30 de abril de 2010

“Presente”

Na última quarta-feira (28), a Prefeitura de Macapá entregou 10 carros coletores de lixo e um trator acoplado de uma caixa coletora à população. Segundo a prefeitura, a entregue dos novos veículos faz parte do contrato nº 170/09, referente à coleta de lixo e demais serviços de limpeza urbana.

Agora uma coisa eu (Emanuel Costa) não entendo. Quem deveria ter comprado os carros? - A prefeitura ou a empresa que é responsável pelo serviço de coleta de lixo?.

Pra mim, o presente do prefeito, Roberto Góes (PDT), não foi para população macapaense, e sim, para empresa que presta serviços à prefeitura.

Por Emanuel Costa

Protesto

Taxistas e mototaxistas foram às ruas da capital, Macapá, nesta quinta-feira (29), realizar um ato de protesto em busca de chamar a atenção do poder público para os problemas que as duas classes enfrentam.

Os profissionais reivindicam mais fiscalizações por parte da EMTU sobre os clandestinos e a abertura de novas licitações de concessão para novos mototaxistas e taxistas.

Por Emanuel Costa

Dia do Trabalho

A Federação das Indústrias do Estado do Amapá (FIEAP), o Serviço Social da Indústria (SESI-AP), em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores da Mineração realizarão neste sábado (1º), a partir das 8h, programação alusiva ao Dia do Trabalho.

A programação prevê a realização de ações recreativas e culturais, tais como: torneios de dama, dominó e bilharito, futsal, cama elástica, banho de piscina e baile.

No município de Porto Grande será realizada ação alusiva ao Trabalhador com trabalhadores da Indústria de Papel e Celulose.

Fonte: Ascom FIEAP

Oi ativa telefonia celular em mais 7 municípios do Amapá‏

Serra do Navio, Pedra Branca, Itaubal, Amapá, Tartarugalzinho, Cutias e Pracuúba já tem serviço de telefonia móvel celular. A informação foi dada pelo gerente de relações institucionais Marcos Mesquita e pelo executivo da região Norte Patrick Azevedo, da Oi, à deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP), que em outubro passado havia pedido pressa na instalação do serviço nesses municípios. O prazo contratual informado pela OI, 30 de abril, foi cumprido. Apenas Itaubal enfrenta dificuldade por que está sem energia elétrica. A empresa “Oi” tem como objetivo dar cobertura total em pelo menos 12 dos 16 municípios amapaenses.

Por Sizan Luis Esberci (Gabinete da deputada federal Janete Capiberibe – PSB/AP)

29 de abril de 2010

Indignação

Um leitor do blog, que preferiu não ter o nome identificado, me procurou para denunciar que passou mais de três horas na fila da agência do Banco Bradesco e não foi atendido, nesta quarta-feira (28). A agência fica localizada na Rua Cândido Mendes, no centro da capital, Macapá.

O leitor disse que chegou na agência bancária por volta das 12h e depois de horas na fila o atendente informou que o sistema estava fora do ar. “Isso, foi um desrespeito contra a minha pessoa, passei horas na fila para se informado que o sistema operacional não estava funcionando, perdi um dia de trabalho. Estou revoltado com essa situação e vou procurar meus direitos.”

“Fui ao Procon-AP registra uma denuncia contra a agência bancária e semana que vem vou contratar um advogado para entrar com uma ação contra o banco por danos morais”, disse o leitor.

Nesta quinta-feira (29), eu (Emanuel Costa) fui na agência bancária para falar com o gerente sobre o assunto e não conseguir. Segundo um funcionário, o gerente não estava. Nenhum outro funcionário da agência quis fala sobre os problemas no sistema operacional e o não cumprimento da lei que determina o tempo máximo de espera nas filas dos bancos na capital.

LEI E PUNIÇÃO

Ano passado, o Ministério Público Federal no Amapá (MPF/AP) recomendou aos estabelecimentos bancários a melhoria na prestação do serviço bancário aos seus clientes, implantando o tempo máximo de espera de 30 minutos em dia de pagamento dos funcionários públicos municipais, estaduais e federais, conforme a Lei nº 1.456/2005, do município de Macapá.

A legislação municipal também indica que, em dias normais, as agências bancárias em Macapá são obrigadas a atender os clientes em até 15 minutos. Já em vésperas e após os feriados prolongados esse prazo é de 25 minutos. O descumprimento da lei pode gerar multa à agência bancária.

Por Emanuel Costa

I eliminatória do Projeto Arremesso Perfeito/Ação Global

A Federação das Indústrias do Estado do Amapá (FIEAP) e o Serviço Social da Indústria (SESI), em parceria com a Federação Amapaense de Basketball estão realizando o Projeto Arremesso Perfeito/Ação Global.

O objetivo é implementar atividades esportivas através da modalidade Basketball em vários bairros do município de Macapá, no período de 24 de abril a 22 de maio.

O evento conta com a participação de atletas federados e não federados na faixa etária de 14 a 17 anos.

No sábado, dia 1º de maio acontece a primeira eliminatória do Projeto. As atividades serão realizadas pela parte da manhã, na Av. Desidério Antônio Coelho – Trem (em frente ao Malocão do SESI).

Fonte: Ascom FIEAP

STJ derruba patente do Viagra

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) derrubou nesta quarta-feira (28) a patente do Viagra, remédio para o tratamento de disfunção erétil. A decisão vai possibilitar a produção do medicamento genérico a partir de 20 de junho deste ano. O julgamento foi interrompido em março devido a um pedido de vista do ministro Luis Felipe Salomão. O laboratório fabricante ainda pode recorrer da decisão do STJ.

Por cinco votos a um, os ministros do STJ aceitaram recurso do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, contra decisão anterior que favorecia o laboratório Pfizer, fabricante do remédio, e prorrogava o prazo de vigência da patente até 7 de junho de 2011.

A decisão abre precedente para outros casos semelhantes que chegaram aos tribunais com o mesmo propósito: discutir o prazo de vigência das patentes antes delas caírem em domínio público.

PATENTES

A partir de 1996, a Lei de Propriedade Industrial permitiu que patentes expedidas no exterior fossem reconhecidas no Brasil, as chamadas “pipeline”. A validade desse tipo de patente só é reconhecida até o prazo, no qual ela expirar no país de origem. No Brasil, o tempo máximo de vigor de uma patente é de 20 anos.

Essa regra, que leva em consideração a data de expedição da patente no país de origem, tem gerado brigas judiciais sobre o tema. No caso do Viagra, há registro de que a patente foi expedida na Inglaterra, no dia 20 de junho de 1990. Mas teria sido abandonada e o laboratório fabricante alegou que só teria feito o registro válido do produto um ano depois, em junho de 1991, e que no país de origem a patente só será derrubada em junho de 2011.

Em seu voto, o relator do processo no STJ, ministro João Otávio de Noronha, concluiu que a legislação brasileira determina que a proteção dos produtos patenteados pelo sistema pipeline é calculada pelo tempo remanescente da patente original, a contar do primeiro depósito no exterior. Como a primeira patente do Viagra foi depositada na Inglaterra, em junho de 1990.

Fonte: Portal G1

28 de abril de 2010

III Congresso Seama de Comunicação

De 28 à 30 deste mês, a Faculdade Seama realiza o III Congresso Seama de Comunicação – Comunicação Regional e as Diversas Mídias. Os palestrantes são: Oswaldo Coimbra (Jornalista); Arilson Freire (Gerente de Jornalismo da TV Amapá); Ricardo Galletti (Diretor de Criação da Agência Amazoon); Lula Vieira (Publicitário e Diretor de Marketing da Editora Ediouro). O objetivo do evento é permite a interação entre profissionais e acadêmicos.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

28/04

19h – Abertura oficial /credenciamento;

20h – Palestra: “O processo de produção de texto da reportagem impressa”, com Oswaldo Coimbra;

29/04

19h – Palestra: “Telejornalismo regional”, com Arilson Freires;

21h – Palestra: “Da Marquês de Sapucaí à Ivaldo Veras: Uma Viagem pelos enredos da Publicidade”, com Ricardo Galletti;

30/04

19h – Palestra: “A publicidade local e global”, com Lula Vieira

Por Emanuel Costa

Cheiro de “Greve” no ar

Nesta quinta-feira (29), não adianta os pais mandarem os filhos para escolas por que os professores da rede estadual vão realizar uma paralisação de advertência devido a falta de acordo com o Executivo.

Segundo o Sindicato dos Servidores da Educação (Sinsepeap), a categoria não recebeu até o momento nenhuma proposta sobre o reajuste salarial. Os professores reivindicam ainda melhorias nas escolas e a falta de merenda, o que obriga mandar os estudantes mais cedo para casa.

Por Emanuel Costa

Deputada Janete defende aviação regional na Amazônia

A deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP), o presidente da Comissão da Amazônia Marcelo Serafim (PSB/AM) e parlamentares da região Norte estiveram em audiência com o presidente da Câmara Michel Temer (PMDB/SP), nesta terça, 27. Eles pediram que o PL 7.199/2002 seja incluído na pauta do plenário, em regime de urgência. A proposta já foi aprovada pelo Senado Federal e cria um adicional tarifário para subsidiar as linhas aéreas regionais na Amazônia Legal. O presidente da Câmara comprometeu-se de incluir o projeto na pauta tão logo seja desobstruída com a votação de oito medidas provisórias.

O projeto já foi aprovado nas comissões da Amazônia, Viação e Transportes e Constituição, Justiça e Cidadania e não precisaria ser votado pelo plenário da Câmara, mas dois recursos – dos deputados Zenaldo Coutinho (PSDB/PA) e Fernando Coruja (PPS/SC) – contra a tramitação conclusiva o levaram a votação pelo plenário da Casa.

SUBSÍDIO – Pelo projeto, o adicional de 1% sobre o preço das passagens de voos domésticos (nacionais) subsidiará o custo dos voos entre duas localidades dentro da Amazônia Legal, que abrange 62% do território brasileiro. Pelo menos uma das localidades deve ser de baixo ou médio tráfego, considerada menos rentável pelas empresas e, portanto, normalmente não atendida por voos comerciais. O valor será recolhido pelas companhias aéreas para ser usado exclusivamente na finalidade para a qual foi criado. Um adicional de 3% como subsídio já existiu até a década de 90 e quando foi extinto provocou a suspensão de diversos voos na região.

Os parlamentares alegam que as grandes empresas se sobrepõem às companhias regionais mas operam apenas nas localidades maiores e lucrativas, provocando aumento tarifário.

LIMITAÇÃO – Para a deputada Janete Capiberibe, o transporte aéreo é ainda mais importante no Amapá, pois só se chega ou sai do estado de barco ou avião e mesmo as ligações rodoviárias internas são muito deficientes. Segundo ela, as grandes empresas deveriam reinvestir parte do lucro em voos regionais, como contrapartida às linhas superavitárias.

Para os parlamentares, só é possível vencer com rapidez as grandes distâncias amazônidas com fretamento de aviões, mas o custo é muito elevado. “É mais barato ir de Manaus a Miami, nos Estados Unidos, do que voar de Manaus a Tabatinga, ambas no estado do Amazonas”, exemplificou Serafim ao presidente da Câmara.

Por Sizan Luis Esberci (Gabinete da deputada federal Janete Capiberibe - PSB/AP)

STJ mantém adoção por casal de lésbicas

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve nesta terça-feira (27) o registro de adoção de duas crianças por um casal de lésbicas da cidade de Bagé (RS). A adoção era contestada pelo Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul, que pedia a anulação do registro. A decisão do STJ cria um precedente jurídico que permitirá aos casais homossexuais abandonar a prática usada atualmente de adoção individual para evitar problemas legais.

Segundo a assessoria do STJ, o Ministério Público do Rio Grande do Sul ainda pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) caso haja argumento constitucional.
A adoção pelo casal homossexual gaúcho foi autorizada em 2006 pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. O relator do caso no STJ, ministro Luiz Felipe Salomão, afirmou que há oito anos as crianças moram com as duas mulheres, que vivem juntas desde 1998. Ele lembrou que as duas crianças estudam em escola particular e que a própria assistente social que acompanhou o caso recomendou a adoção.

“Se não for dada a adoção, as crianças não terão direito a plano de saúde, herança e em caso de separação ou morte podem ficar desamparadas”, disse o ministro.
Os demais ministros da 4ª Vara do STJ concordaram com o voto do relator. O presidente da sessão, ministro João Otávio de Noronha, ressaltou que o fato de a relação ser homoafetiva não influencia na opção sexual dos adotados e, ainda, que a adoção vai permitir às crianças melhor amparo e qualidade de vida. “Vem toda essa questão moral e vamos deixar as crianças no abrigo onde sofrem violência?”, indagou Noronha ao plenário.

RECURSO

O Ministério Público entrou com o recurso em maio de 2008 para rever a adoção dos dois garotos por entender que a união entre duas mulheres não configuraria união estável. O MPF citou arquivo do Código Civil que estabelece que “ninguém pode ser adotado por duas pessoas salvo se forem marido e mulher ou se viverem em união estável”.

O presidente da 4ª vara do STJ, no entanto, lembrou que a maior parte das leis sobre a família no Brasil foi criada por jurisprudência. “A lei não proíbe esse tipo de coisa. Até porque pode unilateralmente uma pessoa solteira adotar. Não estamos violando nenhum dispositivo. O Código Civil não diz se é vedado. Não há nenhuma norma de proibição. Estou muito tranquilo para decidir sem nenhuma violação da lei”, afirmou o ministro Noronha.

Fonte: Portal G1

27 de abril de 2010

Ranking dos Caloteiros

Nos meses de janeiro, fevereiro e março deste ano, o Amapá liderou o ranking dos estados com maior percentual devoluções de cheques sem fundos, segundo informou a Serasa, na última sexta-feira (23). No mês de março, o estado registrou 13,95%. O Maranhão ficou em segundo lugar, com 10,23%.

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos, no mês passado, o norte do país continuou sendo a região onde há o maior índice de não-compensação de folhas por insuficiência de fundos: 4,63% dos cheques emitidos foram devolvidos. O estado mais populoso, São Paulo, se manteve na última posição da lista, com 1,55%.

Por Emanuel Costa

Boato

Alguns passarinhos me contaram que o Prefeito de Macapá, Roberto Góes, é o dono da empresa de ônibus Viação Expresso Marco Zero. A empresa está operando desde o início do ano, na capital. Os ônibus da Expresso Marco Zero são modernos, têm elevadores para cadeirantes e televisores LCD's.

Por Emanuel Costa

Embrapa-AP apresenta no MCT projeto para uso sustentável da terra

A deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP), o chefe geral da EMBRAPA-AP Silas Mochiutti e o professor adjunto de melhoramento florestal da Universidade Federal do Paraná Antônio Higa reuniram-se nesta terça, 27, com o ministro da Ciência e Tecnologia Sérgio Rezende e o Secretário de Programas e Políticas de Pesquisa e Desenvolvimento Luiz Antônio Barreto de Castro. Os pesquisadores e a deputada socialista apresentaram a proposta de pesquisa de alternativas para uso terra para o desenvolvimento sustentável na floresta amazônica e floresta de araucárias. O projeto, já aprovado pelo governo alemão, aguarda o sinal positivo do governo brasileiro e será realizado em parceria dos dois países. O BMF Funding Measure: Susteainable Land Management aportará 70% dos recursos e o governo brasileiro, 30%. A deputada Janete Capiberibe comprometeu-se de garantir, por meio de emendas individuais, metade dos recursos que cabem ao Brasil, ou seja, cerca de R$ 2,2 milhões durante os próximos 4 anos.

Rezende afirmou que “o Ministério da Ciência e Tecnologia tem interesse, o país tem interesse, mas quer estar envolvido formalmente” por meio das suas entidades, como a UNIFAP, o IEPA, a Embrapa, além do INPA, Museu Goeldi e Instituto Mamirauá. Em seguida à reunião com o ministro Rezende, os pesquisadores realizaram reunião de trabalho com a Assessoria de Assuntos Internacionais do MCT, que analisa o projeto.

A deputada Janete Capiberibe, entusiasta do investimento em educação e pesquisa, destinou R$ 900 mil das suas emendas individuais para a Embrapa-AP nos orçamentos de 2009 e 2010. R$ 800 mil são para construir o laboratório de aquicultura e pesca e R$ 100 mil são para pesquisa e ações em transferência de tecnologia.

Por Sizan Luis Esberci (Gabinete da deputada federal Janete Capiberibe – PSB/AP)

Câmara Municipal de Macapá realiza Audiência Pública

Acontecerá na manhã do dia (29) quinta-feira às 9 h na plenária da Câmara Municipal de Macapá (CMM), a Audiência Pública realizada pelo Gabinete da Vereadora Cristina Almeida/PSB em parceria com o Sindicato das Empregadas e Empregados Domésticos do Estado do Amapá (SINDOMÉSTICAS), em homenagem ao Dia Nacional das Empregadas Domésticas que é comemorado dia 27 de Abril. Durante a programação acontecerá um debate aberto com a sociedade, onde serão abordados os direitos e deveres do trabalho doméstico, pois sabemos que este profissional merece como trabalhador, o direito de ter uma carteira assinada, aposentadoria, salário mínino, previdência social, enfim respeito e dignidade.

Outro assunto que será colocado em evidência será a situação das diaristas que na realidade é a pessoa que presta serviço com no máximo 3 (três) vezes por semana para o mesmo contratante, não caracterizando o vínculo empregatício, sem finalidade econômica e pagamento no final de cada jornada de trabalho.

A audiência pública será conduzida pela Vereadora Cristina Almeida (autora do requerimento), o vereador Rilton Amanajás (Presidente da Câmara Municipal de Macapá), a Srª Elizangêla Serra Vale (Gerente Executiva do INSS), que discursará sobre os direitos previdenciários para empregada doméstica, o Srº Glicério Tavares da Silva (Superintendente Regional do Trabalho e Emprego no Amapá) e a Srª Olendina da Silva Nunes (Presidenta do Sindicato dos Empregados e Empregadas Domésticas do Estado do Amapá).

Por Roberto dos Santos (Assessoria de Imprensa - Vereadora Cristina Almeida)

O Amapá aparece outra vez

Na sexta-feira passada, 23 de abril, o Globo Repórter fez mais um documentário sobre a Amazônia, e dessa vez usou o “Doutor Montenegro”, navio da Marinha brasileira que atende à população que vive isolada no meio da floresta Amazônica. O grande destaque do documentário foi justamente a existência do Dr. Montenegro.

Antes da chegada do navio da Marinha, durante muito tempo, um homem sozinho fazia o atendimento no Vale do Rio Juruá e chegou a ser tema de reportagem de uma revista importante da época, a revista “Realidade”. A revista falava sobre a cidade de Cruzeiro do Sul e trazia uma foto do médico Manuel Braga Montenegro dizendo: “O único médico que tem 70 mil clientes”.

Aos 84 anos. Ele tem muitas historias para contar. O navio se chama Doutor Montenegro por causa do Dr. Braga Montenegro, que foi para a Amazônia também recém-formado.

Uma semente deste trabalho também mora no Amapá, a primogênita do Dr. Montenegro, a Dra. Jalna Ibernon Montenegro Monteiro, que já vive em nosso estado há duas décadas e trabalha como pediatra no serviço Público do estado.

Em 2006 a Dra. Jalna recebeu pela Câmara de Vereadores o título de Cidadã Macapaense, pelo mandato do Vereador Clécio Luís (PSOL), que também deu o mesmo título à Zilda Arns, que foi fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança.

Estamos emocionados e orgulhosos por termos os Doutores Montenegro fazendo parte da nossa história, prestando serviços e morando em nossa cidade.

Por Naiane Feitoza (Assessoria de Imprensa – Vereador Clécio Luís)

FIEAP e SESI realizam vacinação da H1N1

A Federação das Indústrias do Estado do Amapá (FIEAP) e o Serviço Social da Indústria (SESI - AP) estão engajados na campanha de vacinação contra a H1N1. A meta é atender 2 mil trabalhadores em 11 empresas industriais.

Técnicos da Área da Saúde do SESI atuarão nas empresas Anglo Ferrous, Cical, Sorveteria Q-Sabor, CEA, Amazon Telhas, Edifica Engenharia, Cerâmica Tramontin, Vex Construções, Temper Indústria, Eletro Car e Panificadora São Pedro. O término da campanha está previsto para junho de 2010.

Fonte: Ascom FIEAP

26 de abril de 2010

Polêmica

Desde o surgimento da internet, na década de 90, tornou-se comum os grandes jornais impressos do mundo coloca seus conteúdos na internet através de sites. Porém, recentemente, essa união abriu uma grande discussão. Em novembro de 2009, o mais poderoso dono de jornais impressos do mundo, o americano Rubert Murdoch, anunciou que até setembro deste ano vai implantar a cobrança do conteúdo on-line em suas mídias. Segundo ele, quando uma pessoa faz uma breve pesquisa pelo google aparecem vários resultados instantâneos de notícias de suas empresas.

Rubert Murdoch diz ainda que os jornais impressos estão dormindo em postar a versão impressa na on-line ao mesmo tempo, porque como a internet ,atualmente, é mais acessada mundo, é claro que as pessoas não vão mais comprar jornais, só vão ler pela rede. Ainda segundo Mudoch, o gasto de dinheiro é muito grande para produzir um jornal ou uma notícia de qualidade e quando os leitores se negam comprar jornais, as empresas pedem muito dinheiro, algumas até já faliram. O modelo de cobrança não foi explicado especificamente pelo americano, mas os jornais e blogueiros do planeta vão ganhar muito dinheiro.

Essa polêmica proposta do americano ganhou adesão no Brasil, os jornais impressos Folha de São Paulo e Correio Brasiliense também estão dispostos a aderir o sistema de cobrança em seus conteúdos on-line, por que segundo eles, o custo com profissionais qualificados é grande, eles precisam ter um retorno extra, além dos patrocinadores.

No Amapá, os dois grandes jornais impressos, o Jornal do Dia e Diário do Amapá também pretenderiam aderir à cobrança do conteúdo on-line se o sistema de cobranças chegasse ao estado. “Tudo que é novo, é bom. Ainda mais quando da lucros.”, comentou o editor-chefe do Jornal Diário do Amapá, Douglas Lima.

Entretanto, alguns internautas amapaenses não concordam com a cobrança. “Ler uma notícia pela internet tornou-se muito mais viável, porque on-line você ler e não precisa levar os jornais pra casa, só para acumula um monte de papéis. Os papéis de jornais poluem as ruas e claro o meio ambiente”, comentou o funcionário público João Silveira, de 45 anos, que adora navegar pela internet.

Mas há quem goste de ler os jornais impressos como o aposentado Lino Braga, de 61 anos, que não dispensar o bom e velho jornal impresso. “Eu prefiro ler o jornal impresso, porque as notícias on-line é só para quem sabe acessar internet”, disse o aposentado que é leitor de jornais desde a década de 90.

QUEDA NA VENDAS

Será mesmo que a internet causou uma crise no jornalismo impresso, os grandes especialistas em comunicação dizem que não, a queda dos jornais segundo eles, é percebida há décadas. Segundo Douglas Lima, editor-chefe do JDA, não ouvir queda nas vendas de jornais com a criação do site, porque quem ler as notícias pela internet é geralmente, pessoas que vivem fora do Estado.

NOTÍCIAS PELA INTERNET

Uma recente pesquisa do portal UOL mostra que 40% da população brasileira preferem ler as notícias pela internet porque é mais dinâmica, a notícia é mais veloz e o texto do conteúdo on-line é simples e fácil de entender. 25% dos brasileiros gostam de ler jornais impressos e 35% dizem que ficam informados vendo televisão ou ouvindo rádio.

Por Emanuel Costa, com ajuda da revista Imprensa e Portal UOL

Curso “Negociação Sindical”

A Federação das Indústrias do Estado do Amapá (FIEAP) em parceria com a Prefeitura de Mazagão realizará no dia 27 de abril, das 18h às 22h, no Centro Multiuso da Prefeitura, o curso “Negociação Sindical”, referente ao Programa de Desenvolvimento Associativo – PDA.

De acordo com a Presidente da FIEAP, Telma Lúcia de Azevedo Gurgel, o objetivo do módulo é aprimorar as habilidades nas relações sindicais, compreender os conceitos básicos e as condições estruturais das negociações sindicais na liderança empresarial, aprimorar as relações sindicais da entidade em favor da defesa dos interesses das empresas representadas, e compreender os instrumentos normativos como ferramentas geradoras de resultados eficazes.

As capacitações estão contempladas dentro do convênio firmado com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), através do Programa de Desenvolvimento Associativo da instituição, e tem por objetivo aumentar a representatividade dos sindicatos patronais de indústria, bem como sua sustentabilidade. A iniciativa é uma continuidade do programa de capacitação sindical, que teve início em 2007. Informações através dos fones: 3214-1218/3084-8945.

Fonte: Ascom FIEAP

Curso edição de vídeo

Irá acontecer no período de 17 a 28 de maio, o primeiro curso de edição de vídeo da Agência Escola SeamaCom. O Curso será ministrado pelo Jornalista,
Regi Cavaleiro, o investimento é de R$ 150,00 podendo ser pago em até 2x no
cartão. Serão disponibilizas 20 vagas. Aos interessados procurar a Central de
Atendimento do Aluno (CAA). Mais informações pelo telefone 2101-5151.

Fonte: Ascom Seamacom – Faculdade Seama

Deputados dizem não a Marília Góes, e aprovam Ricardo Soares para o TCE‏

O que prometia ser um duelo entre o governador do Amapá Pedro Paulo (PDT/AP) e o presidente da Assembléia Legislativa do Amapá Jorge Amanajás (PSDB/AP) pela indicação do nome do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) acabou não acontecendo. O governador Pedro Paulo, apesar de ter indicado o nome da ex-primeira dama Marília Góes para o TCE, resolveu não comprar a briga do ex-governador Waldez Góes (PDT/AP) com a Assembléia Legislativa e acabou abandonando o pleito pelo caminho.

Pelo placar de 20 x 0, foi aprovada na manhã desta segunda-feira, 26, na Assembleia Legislativa do Amapá, a indicação do nome do deputado estadual Ricardo Soares (PT do B/AP) para a vaga aberta no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

O fato foi classificado pelo deputado estadual Camilo Capiberibe (PSB/AP) como a primeira derrota política do ex-governador Waldez Góes (PDT/AP) após ter deixado o palácio do Setentrião, “ uma vez que o governador Pedro Paulo pleiteava a vaga para a ex-primeira dama, Marília Góes”, disse Camilo.

Mesmo sem a presença de todos os deputados, a indicação do nome do deputado Ricardo Soares ao TCE teve apoio dos 24 deputados estaduais incluindo os deputados do PDT, partido do ex-governador. “O ex-governador Waldez, está colhendo o que plantou durante estes mais de sete anos que esteve à frente do governo do Estado. Fez política pequena baseada na troca de favores e após perder a caneta, perdeu poder político que resulta no total desprestígio, como vemos nesta votação”, completou Rui Smith.

Logo após a aprovação do nome do deputado Ricardo Soares ao TCE, a ex-primeira dama, Marília Góes, disse em entrevista num programa de rádio que, ao contrário de que corria nos bastidores da AL, ela não vai brigar pela vaga no TCE. Mas mandou recado aos deputados. “Se os deputados não quisessem que eu disputasse uma vaga na Assembleia, que me nomeassem para o Tribunal de Contas”, disse Marília, ao se referir a um telefonema que recebeu do deputado estadual Jorge Salomão (DEM), onde reclamava, segundo ela em nome dos deputados, sua pré-candidatura a deputada estadual.

Por Eduardo Neves – Assessor de Imprensa do deputado estadual Camilo Capiberibe (PSB/AP) – 8117 2883 / 9142 6546.

Quadra junina amapaense começa a ser organizada pela Fefap

A Federação das Entidades Folclóricas do Amapá (Fefap) começa a obedecer ao calendário de datas oficiais da quadra junina de 2010. Este ano participam da programação mais de 100 grupos juninos de todo o Estado, divididos em quatro pólos (Amapá, Santana, Jari e Macapá) e um sub-pólo (Bailique), reunindo mais de 14 mil adolescentes, jovens e adultos, o que torna o movimento junino a maior organização folclórica do Amapá, mobilizando centenas de trabalhadores e profissionais em toda sua quadra, que vai de 5 de junho até 4 de julho. Neste momento a Federação cumpre o calendário de obrigações burocráticas dos grupos e preparação do concurso Garota Fefap 2010.

Dividido em eliminatórias municipais, realizadas nos pólos e sub-pólo, e a final estadual, da qual participam os classificados nos municípios, os concursos são todos organizados pela Federação em parceria com Governo do Estado e algumas prefeituras que apóiam. De acordo com Daiana Ramos, presidente da Fefap, o movimento junino organizado é um dos artifícios de manutenção da cultura e do folclore, mas também cumpre a função social de dar uma ocupação para jovens e adolescentes principalmente das periferias, onde estão localizados os movimentos.

O prazo para inscrição dos grupos já cadastrados na Federação para participar do festival já encerrou, a Fefap aguarda a entrega das sinopses, relação de cadastros dos filiados e históricos até o dia 1º de maio, quando também encerra o prazo para a inscrição de representantes dos grupos para o Garota Fefap. Até esta data estão inscritas 30 garotas. O coquetel de apresentação das concorrentes será no dia 6 de maio, no dia 29 do mesmo mês será o concurso, na sede do Trem Desportivo Clube.

Fonte: Ascom Fefap

25 de abril de 2010

Desavisados

Duas semanas após entrar em vigor a norma da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que proibi a venda de gás de cozinha em comércios, ainda há estabelecimentos comerciais da capital, Macapá, que vendem o produto. Os comerciantes dizem que ainda não foram informados da proibição.

“Nem sabia da proibição, duas vezes por semana o carro da revendedora trás gás.”, comentou um comerciante. Eu (Emanuel Costa) entrei em contato com duas das três distribuidoras de gás do estado do Amapá, e fui informado por elas que os funcionários estão sendo orientados a não entregar gás de cozinha nos comércios. O serviço esta sendo feito apenas pelo disk-entrega de cada distribuidora.

FISCALIZAÇÃO

O Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM-AP) afirma que esta sendo feito fiscalizações em comércios de todo o estado, e quem for pego vendendo gás de cozinha será multado, além da perda do alvará de funcionamento. A multa pode chegar a R$ 5 mil.

Por Emanuel Costa

Começo de um Sonho

O sonho dos trabalhadores informais de Macapá começa a ser realizado. Na última sexta-feira (23), o prefeito da cidade, Roberto Góes, e a vice-prefeita, Helena Guerra, e o governador do Amapá, Pedro Paulo Dias de Carvalho, assinaram a ordem de construção do Shopping Popular. A obra custará para os cofres públicos mais de R$ 6 milhões e vai gerar mais de 1.500 empregos. A conclusão da obra será em janeiro de 2011.

ESTRUTURA

A estrutura do Shopping Popular será toda moderna, com três pavimentos, 32 stands destinados a feirantes, 54 bares e lanchonetes, 108 lojas e 154 armarinhos, além de três praças de alimentação, estacionamento, área para carga e descarga de alimentos e depósito de mercadoria.

Por Emanuel Costa

Setap prorroga o prazo para recadastramento da meia-passagem

Atendendo pedido do prefeito Roberto Góes, o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap), Paulo Dartora, resolveu prorrogar por mais uma semana o cadastro e recadastro de estudantes que têm direito ao benefício da meia-passagem. O prazo iniciou em 22 de fevereiro e encerraria nesta sexta-feira, 23 de abril, mas vai prosseguir até 30 de abril. Nesta sexta-feira, durante todo o dia foi intenso o movimento de estudantes no sindicato em busca do benefício.

De acordo com o coordenador do cadastramento, Renivaldo Costa, a partir de segunda-feira e até o término da prorrogação, o atendimento ocorrerá apenas na sede do Setap. Ele acredita que a maior demanda já foi atendida, havendo condições de encerrar o processo num único posto. “Até agora atendemos pouco mais de 30 mil estudantes”, estima. Logo após o término do cadastramento, a partir de 3 de maio, o Setap só vai comercializar passe escolar para os alunos que apresentarem o comprovante de cadastramento da meia-passagem.

Quem não fizer o cadastro ou recadastro até sexta-feira, 30, terá o documento cancelado e só terá nova oportunidade de regularizar a situação em fevereiro de 2011.

Documentos. Para realizar o cadastramento e recadastramento, o aluno necessita ter em mãos um comprovante de matrícula (cópia e original), comprovante de endereço recente, além de cópia do documento de identidade ou certidão de nascimento.

O cadastramento não poderá ser feito por procuração já que o aluno deverá tirar foto 3x4 para a carteira de passagem, o que é feito no próprio prédio do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setap), na Rua Leopoldo Machado, quase esquina com Feliciano Coelho.

Quem já possui a carteira de meia-passagem e não se recadastrar, vai ter o documento bloqueado a partir do encerramento do processo, de acordo com o que determina a legislação vigente.

Como nos últimos anos tem crescido o número de estudantes que requerem o benefício munidos de documentos fraudulentos, o Setap continua com a campanha “Carteira de estudante, só para estudante!”, lançada em fevereiro de 2008.

O sindicato está envolvendo inúmeras instituições na campanha como Procon, secretarias municipal e estadual de educação, além do Ministério Público, já que a utilização indevida do documento tipifica crime de falsidade ideológica.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Setap

24 de abril de 2010

Caiu na Net

BALCONISTA GANHA SOZINHO PRÊMIO DE LOTERIA DE US$ 258,5 MILHÕES NOS EUA


O balconista Christopher Shaw, de 29 anos, ganhou sozinho o principal prêmio da loteria do estado americano do Missouri. Ele vai receber uma bolada de US$ 258,5 milhões, ou mais de R$ 455,4 milhões. O sorteio ocorreu na quarta-feira (21), e ele recebeu o prêmio um dia depois.

Shaw comprou o bilhete premiado no dia do sorteio, na loja de conveniências em que trabalha, na cidade de Marshall. Ele pode optar entre receber o prêmio de uma só vez, ou em 30 prestações anuais.

A Break Time, loja em que ele trabalha, vai receber um prêmio de US$ 50 mil por ter vendido o bilhete.

Fonte: Portal G1


CÂMERA FLAGRA MULHER ESTACIONANDO CARRO EM CIMA DE OUTROS NO CANADÁ


A mulher que amassou dois carros em um estacionamento ao tentar parar seu automóvel no Canadá foi multada em US$ 500, informou a imprensa do país nesta semana.

Em outubro do ano passado, Tripta Kaushal, de 62 anos, foi flagrada pelas câmeras de segurança da academia de Markham ao subir com sua BMW SUV em dois outros carros ao tentar estacionar.

O vídeo caiu na rede, além de servir de prova da barbeiragem da mulher. Tripta abandonou o local sem comunicar o fato. Além da multa, a canadense terá de pagar os estragos nos carros atingidos e ficará seis meses com a habilitação restrita a certos horários.

Fonte: Portal G1


CASAL CRIA SANTUÁRIO DE BURROS E SE ENCRENCA NA ÍNDIA


Um casal de aposentados ingleses que mora em Nova Déli, na Índia, está enfrentando a fúria dos vizinhos. Isso porque Bob Harrison e Jean transformaram sua casa em um santuário de burros.

Os animais e seus donos são muito bem recebidos na casa dos Harrison, onde recebem comida, banho e outras mordomias. No entanto, os vizinhos do casal alegam que os animais são muito fedorentos, atrapalham a “dinâmica” do bairro, e atraem porcos.
A região é conhecida por sediar muitas empresas de call center e tecnologia de ponta.

Os Harrison já foram comunicados pela prefeitura e tiveram de fechar seu santuário temporariamente. Eles negam que os animais causam transtorno para os vizinhos.

Fonte: Portal G1

23 de abril de 2010

Quase 100%

A Avenida FAB, uma das principais vias da capital, Macapá, é quase 100% sinalizada. Por algum motivo, a Empresa Municipal de Transportes Urbanos da cidade (EMTU) esqueceu de colocar um semáforo no cruzamento da FAB com Rua Paraná, no bairro Santa Rita.

Segundo os motoristas e moradores do local, no cruzamento acontecem muitos acidentes. “Aqui, todos os dias têm acidente, até já perdi a conta de quantos tiveram”, disse um morador.

O taxista, Raimundo Veiga, disse que ano passado se envolveu em um acidente neste trecho. “Ano passado, eu colidir com um motoqueiro por que ele avançou a preferencial. Quem vem pela Rua Paraná avança, por que não tem sinalização dando a preferência. Se tivesse um semáforo neste cruzamento não teria acontecido isso comigo.” comentou.

MEU PEDIDO

EMTU, por favor, coloca um semáforo no cruzamento da Avenida FAB com Rua Paraná, no bairro santa Rita. Não deixe alguém perder a vida para que isso seja feito.

Por Emanuel Costa

SENAI ministra cursos de qualificação profissional

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI – Amapá), instituição vinculada à Federação das Indústrias do Estado do Amapá (FIEAP) está ministrando alguns destes cursos de qualificação profissional.

A parceria firmada entre o ministério e o governo proporcionará a realização de programas de qualificação para trabalhadores sem ocupação (primeiro emprego), trabalhadores apenados, autônomos e rurais.

Os cursos terão carga horária de 200 horas e atenderão áreas compatíveis com as demandas locais.

Cursos

Está sendo oferecido no Centro de Educação Francisco Leite, em Macapá o curso Eletricista de Alta e Baixa Tensão. No Centro de Educação Técnica de Santana estão sendo realizados os cursos: Manutenção de Motocicletas e Operador de Empilhadeira.

Fonte: Ascom FIEAP

Ciro Gomes não será candidato

O deputado federal Ciro Gomes não será candidato à Presidência da República. A decisão da cúpula do PSB foi tomada após reuniões entre a noite de quarta-feira (21) e quinta-feira (22).

Ciro foi informado da posição do partido nesta quinta-feira (22), em encontro no fim da manhã, que se estendeu em um almoço em Brasília. Após comunicar o deputado, a cúpula do PSB se reúne com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede do governo. O encontro com Lula começou às 15h30 e dele participam o governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, o governador do Ceará e irmão de Ciro, Cid Gomes e o governador do Piauí, Wilson Martins. A pré-candidata do PT à Presidência, a ex-ministra Dilma Rousseff, chegou ao CCBB por volta das 17h30 e entrou na reunião.

Além desses três, o senador do Espírito Santo Renato Casagrande e o ex-ministro e vice-presidente do PSB, Roberto Amaral, participaram das conversas que levaram à desistência do PSB de lançar Ciro como candidato à presidência.

Ciro Gomes deixou Brasília na tarde desta quinta-feira (21). Ele pegou um avião para Fortaleza junto com a mãe. O deputado vai se licenciar da Câmara por algumas semanas. O deputado vai viajar ao exterior – o destino ainda não foi informado – e vai voltar dentro de 20 dias a um mês para se incorporar à campanha eleitoral do PSB. Entretanto, Ciro não será candidato a nada, a princípio, apesar de ter transferido seu domicílio eleitoral para São Paulo onde era cotado como nome à corrida para o governo estadual.

As reuniões desde a noite de quarta-feira serviram para o partido fazer um levantamento sobre as condições objetivas nos Estados e as possibilidades de alianças para as disputas de governos como São Paulo, Bahia, Ceará, Sergipe, Pernambuco e Distrito Federal.

Segundo pesquisa eleitoral do Ibope\Diário do Comércio divulgada na quarta-feira (21), em um cenário eleitoral com as candidaturas de José Serra (PSDB), Dilma Rousseff (PT), Ciro Gomes (PSB) e Marina (PV), o ex-goverandor tucano lidera a disputa com 36% das intenções de votos. A ex-ministra Dilma fica em segundo, com 29%. Ciro e Marina empatam com 8%. Sem Ciro na corrida ao Planalto, Serra ganha quatro pontos percentuais e chega a 40%. Dilma ganha três pontos e atinge 32%. Marina aparece com 9%.

Fonte: Portal G1

Ministério Público Federal move ação contra Uniban no caso Geisy Arruda

O Ministério Público Federal em São Paulo instaurou nesta quinta-feira (22) uma ação civil pública contra a Universidade Bandeirantes de São Paulo (Uniban) em que acusa a universidade de não respeitar o devido processo legal durante a sindicância que resultou na expulsão da estudante Geisy Arruda, em novembro de 2009. O G1 contatou a Uniban e por telefone e e-mail, mas a assessoria de imprensa da instituição ainda não se manifestou.

O processo se estende à União e ao Ministério da Educação (MEC). O procurador Regional dos Direitos do Cidadão em São Paulo, Jefferson Aparecido Dias, afirma que o Ministério da Educação deve fiscalizar e punir a Uniban nos casos em que a universidade não cumprir preceitos constitucionais e legais em seus processos disciplinares. O G1 consultou o Ministério da Educação por telefone e e-mail, mas ainda não foi possível localizar quem se manifesta a respeito do tema.

O MPF afirma que requereu e não recebeu cópia da suposta sindicância e não foi possível obter qualquer prova da real existência de que tenha havido um processo disciplinar que tivesse norteado a decisão da instituição de ensino superior de expulsar Geisy e punir outros alunos.

Também afirma que o Ministério da Educação, ao tomar ciência dos fatos, procedeu a instauração de procedimento administrativo para apurar o ocorrido, mas após a revogação das sanções aplicadas o caso foi arquivado.

Fonte: Portal G1

22 de abril de 2010

Punição para todos!

Certo ou errado a decisão da Procuradoria Geral do Estado do Amapá em ingressar com uma Ação Cível Pública (ACP) contra o jornalista Rogério Borges e o jornal O Popular de Goiânia (GO) por causa de uma crônica intitulada “Amapá, uma abstração”?.

Na minha opinião, foi errada porque o jornalista goiano não é a única pessoa que fala mal do Amapá. Se a lei vale para um, então, tem que valer para todos.

Quantas e quantas pessoas falam barbaridades sobre o estado e não são punidas. Pra mim, um único cidadão não pode pagar o pato pelas malditas bocas das pessoas que moram no sul, sudeste e centro-oeste que tem uma visão e opinião muito formada sobre o Amapá, e que influenciam a cabeça de qualquer um que nunca veio ao estado.

Por Emanuel Costa

Funcionalidade do Twitter

O deputado estadual Camilo Capiberibe (PSB-AP) anunciou na última terça-feira (20), em seu Twitter que não é pré-candidato ao governo do estado. “Não sou pré-candidato ao governo e ninguém dentro do PSB defende mais do que eu o diálogo com os pré-candidatos (Lucas Barreto, Jorge Amanajás e Pedro Paulo) e a tentativa de formar aliança.” disse.

O nome de Camilo Capiberibe para disputar as eleições deste ano como candidato ao governo do Amapá surgiu durante uma reunião com os militantes do partido, na semana passada.

Por Emanuel Costa

Projeto Arremesso Perfeito/Ação Global

A Federação das Indústrias do Estado do Amapá (FIEAP) e o Serviço Social da Indústria (SESI), em parceria com a Federação Amapaense de Basketball realizarão o Projeto Arremesso Perfeito/Ação Global.

O objetivo é implementar atividades esportivas através da modalidade Basketball em vários bairros do município de Macapá, no período de 24 de abril a 22 de maio.

O evento contará com a participação de atletas federados e não federados na faixa etária de 14 a 17 anos. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas nas escolas ou na sede da Federação Amapaense de Basketball.

Locais onde serão realizados os eventos:

- 24/04 no bairro Marabaixo III - Escola Nilton Balieiro.

- 01/05 no bairro do Trem - Escola Visconde de Mauá (SESI).

- 08/05 no bairro Central - Praça Barão do Rio Branco.

- 15/05 bairro Jesus de Nazaré - Escola Jesus de Nazaré.

- 22/05 Zona Norte durante a Ação Global.

Fonte: Ascom FIEAP

Prevenção ao escalpelamento se intensifica a partir desta sexta

A Marinha do Brasil e a Associação das Mulheres Vítimas de Escalpelamento do Amapá intensificam a partir desta sexta, 23, até dia 30 de abril a campanha de prevenção ao escalpelamento, inscrição de embarcações e instalação da proteção no eixo e volante dos barcos ribeirinhos. As ações são gratuitas e ocorrem no Pier da Capitania, em Santana, e no Igarapé das Mulheres (Bairro Perpétuo Socorro), em Macapá, e visam cumprir o que determina a Lei 11.970/2009, de autoria da deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP).

“Estou feliz em ver que a Lei 11.970/2009, um pedido das mulheres vítimas de escalpelamento que apresentei no Congresso Nacional, já está dando resultados e provocando mudanças na vida dos ribeirinhos, como a inscrição na Capitania dos Portos e a cobertura do volante e do eixo. Com certeza, os passageiros e os donos de barco vão navegar com mais segurança”, comemora a deputada amapaense, autora da Lei.

Dia 26, às 15 horas, na Câmara de Vereadores de Santana, ocorre a solenidade de lançamento das Campanhas com o objetivo de dar visibilidade e sensibilizar a sociedade civil, a mídia e outros organismos dos governos, novos parceiros e voluntários.

A Marinha do Brasil atendeu pedido da deputada federal Janete Capiberibe e estendeu as campanhas aos municípios de Vitória do Jari, nos dias 24 e 26 de maio, e Laranjal do Jari, nos dias 27 a 31 de maio.

A campanha iniciou pelo Arquipélago do Bailique, dias 10 e 11, quando a Capitania de Santana capacitou policiais e voluntários e instalou 26 proteções nos eixos e volantes dos barcos ribeirinhos e ofereceu curso de formação de aquaviários (pilotos de embarcações). Nos dias 15 e 16, a Capitania capacitou voluntários no Pier de Santana.

Até o final da campanha, devem ser instaladas cerca de 400 proteções em parceria da Marinha, Defensoria Pública da União e Gabinete Pessoal do Presidente da República. O BASA, a Petrobrás e a Transpetro estão custeando a fabricação das carenagens, num investimento de compromisso social das empresas.

Conforme dados da Marinha, em 2007 estavam inscritas 68 mil barcos que navegam na região Amazônica, mas a estimativa é que o número seja de 1 milhão de embarcações. “Vamos continuar esse trabalho de conscientização para registrar as embarcações e torná-las mais seguras”, afirma a deputada Janete.

Em 2008, a deputada federal Janete Capiberibe reservou R$ 100 mil das suas emendas orçamentárias que serviram para reformar as embarcações que estão sendo usadas nos deslocamentos de treinamento, blitze e fiscalização.

Por Sizan Luis Esberci - Gabinete da deputada federal Janete Capiberibe – PSB/AP

Mensagem SMS é o meio de comunicação preferido dos jovens

A troca de mensagens de texto no celular se tornou o meio de comunicação preferido dos adolescentes norte-americanos segundo uma pesquisa realizada pelo Pew Research Center, nos Estados Unidos. A publicação afirma que 88% dos jovens que possuem um celular trocam SMS para conversar com os amigos.

A pesquisa afirma que 75% dos adolescentes entre 12 e 17 anos têm um telefone celular e que 72% de todos os adolescentes entrevistados usam o SMS para conversar. Em 2004, o número de jovens com o aparelho nos EUA era de 45%. Metade dos entrevistados pelo Pew Research Center enviam cerca de 50 mensagens diariamente, um total de 1,5 mil no mês, e um em cada três adolescentes enviam mais de 100 mensagens no dia, aproximadamente 3 mil mensais.

A preferência pelo bate-papo via mensagem de texto, de acordo com o estudo, se dá por conta da privacidade, uma vez que podem ser enviadas de qualquer lugar, mesmo sob vigilância de um adulto.

Fonte: Portal G1

21 de abril de 2010

Dura Realidade

“Você conhece a história de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes?”. Está foi à pergunta que eu (Emanuel Costa) fiz pelas ruas da capital, Macapá, na manhã de hoje (21). O resultado da enquete surpreende, por que das 43 pessoas ouvidas, 31 delas disseram “não” sabe da história do Tiradentes, apenas sabem que o Dia do Tiradentes é feriado nacional.

Isso me deixou com a pulga atrás da orelha: porque as pessoas esquecem a história dos grandes nomes brasileiros? - por falta de memória ou é a educação do país que é falha? Eu não sei responder. Talvez, os especialistas possam da uma resposta, ou quem sabe os políticos brasileiros respondam esta pergunta, porque eles ao invés de busca investimentos para educação estão mais preocupados com seus futuros.

REFRESCANDO A MEMÓRIA

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, foi um dentista, tropeiro, minerador , comerciante, militar e ativista político que atuou no Brasil colonial, mais especificamente nas capitanias de Minas Gerais e Rio de Janeiro. No Brasil, é reconhecido como mártir da Inconfidência Mineira, patrono cívico do Brasil e herói nacional. O dia de sua execução, 21 de abril, é feriado nacional. A cidade de Tiradentes (Minas Gerais), antiga Vila de São José do Rio das Mortes, foi nomeada em sua homenagem.

Por Emanuel Costa, com ajuda do site Wikipédia, a enciclopédia livre

Esforço do MC busca melhorar telefonia no Amapá

A Secretaria de Telecomunicações do Ministério das Comunicações realizará, na próxima semana, reunião com a empresa Oi, concessionária da telefonia e transmissão de dados no Amapá, para avaliar a qualidade do serviço prestado e as ações para implantar a Internet Banda Larga no único estado da federação onde não há transmissão de dados por fibra ótica.

A reunião foi informada ao gabinete da deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP ) pelo secretário Jovino Francisco Filho e é desdobramento da audiência pública realizada na Comissão da Amazônia, dia 14 passado, a pedido da deputada Janete, quando a Secretaria e a Anatel comprometeram-se em dar mais atenção ao Amapá.

O secretário disse que tratará com a Oi sobre a implantação da linha de fibra ótica desde a Guiana Francesa, que se encontra ainda em fase de pré-projeto e deve ser realizada em parceria com o governo francês, governo brasileiro e iniciativa privada. A qualidade da telefonia no Amapá, como no Arquipélago do Bailique, por exemplo, também estará em pauta.

BANDA LARGA – Pelo linhão do Tucuruí, o cabeamento de fibra ótica chegará no Amapá em 2014, transmitindo dados desde a Venezuela, Roraima e Amazonas. Já o cabeamento desde a Guiana deve reduzir esse tempo pela metade, segundo estimativa que o Ministério das Comunicações apresentou na audiência pública do dia 14. A Guiana Francesa a Venezuela trocam dados com o restante do mundo por satélite e por cabos submarinos de fibra ótica. O primeiro é ancorado nas Américas Central e do Norte e o segundo, na América do Norte e no Brasil (Fortaleza).

“A deputada Janete Capiberibe fez um discurso muito inteligente e nos deu um puxão de orelha em todos”, afirmou Jovino, por telefone. “Por isso, vamos avaliar a qualidade do serviço sob a percepção do usuário. Estamos fazendo muita coisa e vemos o copo meio cheio, mas, para o usuário final, pode parecer que o copo está meio vazio. Precisamos avaliar sob este ponto de vista”, explicou o secretário.

Por Sizan Luis Esberci - Gabinete da deputada federal Janete Capiberibe – PSB/AP

Governo estuda mudanças no setor de cartões, afirma Meirelles

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira (20) que o governo federal está estudando medidas para realizar mudanças no funcionamento do setor de cartões. Meirelles disse que o formato ainda não está pronto e que podem ser necessárias mudanças na legislação da área.

Uma das intenções é que o Banco Central passe a regular a área. O presidente do BC participa de audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Segundo Meirelles, muitas das mudanças foram negociadas com empresas das áreas. A negociação, segundo ele, foi conduzida pelo Ministério da Justiça com as operadoras de cartões de crédito.

A intenção, de acordo com o presidente do BC, é aumentar a competitividade na área. Uma das mudanças que deverá constar da nova regulamentação é a implementação de que uma máquina que terá de aceitar todas as bandeiras. “Uma das fontes da baixa competitividade é que cada bandeira tem sua máquina, isso dificulta a entrada de novas bandeiras. Está definido já que haverá uma máquina única para todas as bandeiras. Com isso, temos a possibilidade de novas bandeiras e temos notícias de que instituições estão pensando na criação das próprias bandeiras”.

Outra possível mudança é que um órgão, que seja vinculado ao BC, faça a regulação deste mercado. O senador ACM Júnior (DEM-BA) destacou que um projeto tramitando na Casa já propõe esta mudança. Meirelles agradeceu a lembrança e destacou que isso deverá mesmo ser feito por forma de lei. “Não há duvida que deveremos ter uma mudança legislativa a esse respeito”.

Por Eduardo Bresciani (Do G1, em Brasília)

20 de abril de 2010

Bota Fogo


Atenção Secretaria Municipal de Manutenção Urbanística de Macapá (Semur) e Batalhão Ambiental têm um comerciante na Avenida Israel Marques Sozinho, no bairro Santa Rita, que coloca fogo no lixo produzido em seu comércio. Isso é ilegal, não é Secretária da Semur, Gláucia Maders?

Uma dona de casa, que não quis se identificar esta indignada com a situação e pede uma solução. “Quando ele coloca fogo, tenho que fecha toda minha casa para a fumaça não entra. Já falei com ele, mas não tem jeito, quase todos os dias ele coloca fogo em caixas do seu comércio. Então, peço que as autoridades competentes venham aqui para punir este homem.” disse.

Por Emanuel Costa


Clandestinos

Há duas semanas atrás, a Empresa Municipal de Transportes Urbanos de Macapá (EMTU), prendeu 8 veículos que faziam o transporte clandestino na cidade. A promessa da EMTU para os taxistas de Macapá e Santana, que são os principais prejudicados, era continuar a fiscalização aos clandestinos. Mas não é isso que está acontecendo. Segundo os taxistas, a operação de fiscalização não continuou e nesta terça-feira (20) tinha vários carros fazendo o transporte ilegal.

Um taxista que não quis se identificar conseguir anota a placa de dois veículos: Uma van cor prata (NEP 2959) e um carro celta duas portas também da cor prata (NEX 1488, de Macapá).

PERGUNTA PARA EMTU

“Porque a fiscalização aos transportes clandestinos em Macapá e Santana não continuou?”, questionou um taxista.

Por Emanuel Costa

Jogos Nacionais do SESI

Os Jogos Nacionais do Serviço Social da Indústria (SESI), que serão realizados em Bento Gonçalves (RS), entre 21 e 24 de abril, mobilizaram dois milhões de trabalhadores-atletas de sete mil empresas.

Em sua sexta edição, trata-se do maior evento esportivo de classe, segundo o Atlas do Esporte, base de dados sobre educação física, esportes e atividades saúde, lazer e turismo no Brasil. O número é a soma dos participantes desde as seletivas nas empresas, passando pelas disputas municipais e estaduais, até as etapas regionais.

Os números expressivos revelam que a indústria cumpre com sucesso a missão de incentivar seus trabalhadores a participarem da atividade desportiva. Muitas empresas têm incluído competições e atividades físicas em seus programas de gestão da qualidade. Levantamento do SESI revela que 25% dos trabalhadores da indústria praticam esportes. A média nacional é de 14%, dado do Atlas.

A atleta Luciana Macedo, funcionária da Anglo American será a única representante do Amapá. Ela competirá na natação, na modalidade borboleta.

Funcionários e empresários ganham com essa política

Valores do esporte, como disciplina, espírito de grupo e liderança, se traduzem em vantagens competitivas.

A serra gaúcha, onde fica a sede dos jogos, reunirá 1.020 trabalhadores de 170 empresas industriais de diferentes setores e portes. Eles competirão em dez modalidades: atletismo, futebol de campo, futebol sete master, futsal, natação, tênis de mesa, tênis de quadra, voleibol, vôlei de praia trio e xadrez. Com exceção do futebol master e futsal, os campeões das demais modalidades vão participar, em julho, dos Jogos Mundiais da Confederação Internacional Esportiva do Trabalho (CSIT), em Tallinn, Estônia.

Os Jogos Nacionais do SESI formam talentos da indústria que representam o Brasil em torneios mundo afora. Prova disso é o desempenho da delegação comandada pelo SESI nos últimos jogos da CSIT, há dois anos, em Rimini, Itália.

Depois de vencerem os jogos nacionais, em Manaus, 170 trabalhadores-atletas de diferentes modalidades garantiram ao Brasil o primeiro lugar em pontos. O Brasil foi primeiro lugar no futebol de campo e no vôlei de praia feminino, além de ganhar mais de 50 medalhas em disputas no atletismo, natação, voleibol, tênis e xadrez. A Itália ficou em segundo lugar, seguida pela Áustria.

Fonte: Ascom FIEAP

Câmara aprova Projeto de Lei dos Vereadores Cristina Almeida e Clécio Luís

Foi votado nesta terça feira, 20 de abril, na Câmara de Vereadores o Projeto de Lei que trata das garantias para a realização, desenvolvimento e a preservação das manifestações culturais e religiosas das comunidades indígenas e afro-brasileiras no âmbito do município de Macapá.

Além dos Vereadores Cristina Almeida (PSB) e Clécio Luís (PSOL), que compõem a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), estavam presentes representantes da Associação de Mulheres Quilombolas, Afro-descendentes e diversas pessoas remanescentes das comunidades, que tratou do Projeto de Lei que fala do horário das Festividades Culturais Tradicionais.

A necessidade da construção do Projeto de Lei se deu pelo fato de algumas autoridades interpretarem a Lei Complementar 027/04-PMM, que regula os horários de funcionamento de atividades econômicas que vão desde bares, boates, até bancas de revistas e outras atividades afins, para regular também sobre os festejos culturais do Município. Na realidade, o projeto tem a grande finalidade de garantir a realização das festas tradicionais e preservar a nossa identidade cultural e costumes das comunidades, sendo assim, poderão ser realizadas nos horários costumeiros e sem nenhum tipo de discriminação.

Em sessão, foi votado e defendido por todos os vereadores a importância de tal projeto entrar em vigor, tendo votação unânime. Este projeto, que é uma aliança entre os Vereadores Clécio Luís e Cristina Almeida, vem mostrando a luta a favor da cultura local, em ênfase, das festividades que tanto mostram a cultura amapaense e que deve ser preservado e mantida para toda a comunidade.

Por Naiane Feitoza (Assessoria de Imprensa – Vereador Clécio Luís

19 de abril de 2010

Informe Duplo

I

Nesta sexta-feira (23), encerra o prazo do cadastramento e recadastramento para a meia passagem dos estudantes que tem direito ao beneficio. O prazo não será prorrogado, segundo o Setap.

O recadastramento pode ser feito nas escolas Ruth Bezerra, Jardim Felicidade, Gabriel de Almeida Café, Alexandre Vaz Tavares, na Universidade Estadual do Amapá (UEAP) e na Universidade Federal do Amapá (Unifap). O cadastramento está sendo realizado somente no prédio do Setap, na Rua Leopoldo Machado, quase esquina com Rua Feliciano Coelho, no bairro do Trem.

Os documentos necessários para realizar os dois procedimentos são: comprovante de matrícula (original e xérox); cópia do comprovante de endereço; cópia do documento de identidade ou certidão de nascimento; cópia da carteirinha, caso for recadastrar. O cadastramento custa R$ 12 e o recadastramento é R$ 6.

II

Na sexta-feira também encerra a segunda e a terceira etapa da campanha de vacinação contra a influenza A (H1N1), em todo o país. A segunda foi destinada a gestantes, crianças com menos de dois anos, e doentes crônicos. A terceira etapa foi para pessoas entre 20 e 29 anos. A próxima etapa que vai imunizar idosos começa no sábado (24) e vai até 7 de maio.

Por Emanuel Costa

Continua...

O Presidente da Escola de Samba Piratas da Batucada, Gilson Rocha, disse nesta segunda-feira (19) em uma emissora de televisão local que a agremiação vai entrar na justiça estadual contra a Liga das Escolas de Samba do Amapá (Liesa) que na última sexta-feira (16) decidiu tirar o título da escola do carnaval 2010 e excluir da entidade, alegando que ela teria comprado os jurados.

Segundo Gilson Rocha, não há provas que a escola de samba teria usado de certos artifícios para se beneficiar do resultado final do carnaval.

Por Emanuel Costa

Deputada Janete acompanha ação da Marinha para prevenir escalpelamentos

A deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP) acompanhou na última sexta (16) a capacitação de bombeiros e policiais do batalhão ambiental para instalação da proteção no eixo e volante das embarcações ribeirinhas. A socialista foi recebida pelo capitão Fernando César que lhe mostrou, passo a passo, como proteger o eixo e o volante das pequenas embarcações. A ação, no Pier da Capitania dos Portos de Santana, faz parte do calendário da Campanha de Prevenção aos Acidentes com Escalpelamento, de instalação da proteção nos eixos e volantes e inscrição dos barcos ribeirinhos que se estende durante todo este mês, no Amapá. Tanto o registro quanto a proteção são gratuitos.

Nesta sexta-feira, foram instaladas cerca de 30 proteções e as embarcações foram inscritas e passam a fazer parte dos registros da Marinha do Brasil. Até o final da campanha, devem ser instaladas cerca de 400 proteções em parceria da Marinha, Defensoria Pública da União e Gabinete Pessoal do Presidente da República. O BASA, a Petrobrás e a Transpetro estão custeando a fabricação das carenagens, num investimento de compromisso social das empresas.

Conforme dados da Marinha, em 2007 estavam inscritas 68 mil barcos que navegam na região Amazônica, mas a estimativa é que o número seja de 1 milhão de embarcações. “Vamos continuar esse trabalho de conscientização para registrar as embarcações e torná-las mais seguras”, afirma a deputada Janete.

LEGALIDADE – Josequias da Silva, que trabalha há 30 anos como catraieiro no transporte de pessoas, aprovou a lei de combate ao escalpelamento. “Somente a lei para fazer com que eu saia da clandestinidade. Nunca meu barco tinha tido inscrição na Marinha. Não só eu como muitos de nós que temos barco tínhamos receio de procurar a Marinha. Agora, com a campanha, fiquei sabendo que era gratuito para colocar a proteção no eixo e no volante e decidi colocar até para proteger os meus passageiros”, conta o barqueiro.

“Estou feliz em ver que a Lei 11.970/2009, um pedido das mulheres vítimas de escalpelamento que apresentei no Congresso Nacional, já está dando resultados e provocando mudanças na vida dos ribeirinhos, como a inscrição na Capitania dos Portos e a cobertura do volante e do eixo. Com certeza, os passageiros e os donos de barco vão navegar com mais segurança”, comemora a deputada Janete, autora da Lei 11.970/09.

CALENDÁRIO – A campanhas iniciaram nos dias 10 e 11 pelo Arquipélago do Bailique, quando a Capitania de Santana capacitou policiais e voluntários e instalou 26 proteções nos eixos e volantes dos barcos ribeirinhos, além de oferecer curso de formação de aquaviários (pilotos de embarcações).

Nos dias 15 e 16, a Capitania capacitou voluntários no Pier de Santana. Nos dias 23 a 30 de abril, no Pier da Capitania, em Santana e no Igarapé das Mulheres (Bairro Perpétuo Socorro), em Macapá, serão instaladas proteções, de graça, no eixo e volante dos motores dos barcos ribeirinhos. Ao mesmo tempo, os donos registram suas embarcações na Marinha do Brasil.

Dia 26, às 17 horas, na Capitania dos Portos, em Santana, ocorre a solenidade de lançamento das Campanhas com o objetivo de dar visibilidade e sensibilizar a sociedade civil, a mídia e outros organismos dos governos, novos parceiros e voluntários.

A Marinha do Brasil atendeu pedido da deputada federal Janete Capiberibe e estendeu as campanhas aos municípios de Vitória do Jari, nos dias 24 e 26 de maio, e Laranjal do Jari, nos dias 27 a 31 de maio.

PARCERIA – A Associação das Mulheres Vítimas de Acidentes com Escalpelamento do Amapá está participando ativamente das campanhas e faz o cadastramento de embarcações para receberem a cobertura do eixo e volante. Elas vão percorrer o canal do Jandi, o Igarapé das Mulheres (Perpétuo Socorro), Pedrinhas, Igarapé Fortaleza e as áreas portuárias de Santana para fazer essa inscrição.

RECURSOS – Em 2008, a deputada federal Janete Capiberibe reservou R$ 100 mil das suas emendas orçamentárias que serviram para reformar as embarcações que estão sendo usadas nos deslocamentos de treinamento, blitze e fiscalização.

FÁBRICA – A deputada Janete Capiberibe também visitou uma loja de motores usados em cerca de 90% das embarcações ribeirinhas que navegam no estado do Amapá e na foz do Amazonas. A socialista ficou satisfeita que a atitude da defensora pública da União Luciene Strada já garantiu que os motores saiam da fábrica com o volante coberto. “Falta estender a cobertura ao eixo e garantir a proteção naqueles motores que foram vendidos antes da Lei 11.970. Vou conversar pessoalmente com os diretores da fábrica para sensibilizá-los a entrar na campanha de prevenção, doando proteções para os motores mais antigos”, afirma a deputada Janete Capiberibe.

Reportagem e Fotos: Letícia Barros
Texto: Sizan Luis Esberci
Assessoria de Imprensa
Gabinete da deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP)
61 3215 5223

18 de abril de 2010

Tapetão

Na última sexta-feira (16), a Liga das Escolas de Samba do Amapá (Liesa) decidiu em uma reunião com os representantes das escolas de samba que formam o conselho da entidade pela desclassificação da agremiação Piratas da Batucada do carnaval 2010 e desligamento da Liga. Com isso, a agremiação perde o título conquistado. O desligamento é por tempo indeterminado.

A decisão, que ocorreu por meio de uma votação entre os representantes do conselho (resultado: 5 x 3), se deu por que a Universidade de Samba Boêmios do Laguinho, que ficou em segundo lugar, conseguiu provar em uma ação impetrada na Liesa que a Piratas da Batucada comprou os jurados para manipular o resultado final.

“DEIXO BEM CLARO, EU NÃO VI ESTÁ PROVA!!!”

Obs: O que esta entre aspas é minhas palavras.

Por Emanuel Costa

Lição de casa no fim de semana

Fim de semana. Momento de relaxar e curtir o filho. Programar passeios, assistir a filmes, receber os colegas das crianças em casa. Mas, no meio disso tudo, tem a lição de casa esperando na mochila.

E ela não pode - nem deve - ser vista como um drama para a criança. Muito menos como punição. “Os pais não podem falar para a criança: ‘agora você vai fazer a lição porque me desobedeceu”, diz Elaine Conceição Marquezini, coordenadora pedagógica do Colégio Santo Américo.

É claro que você vai ouvir alguma reclamação. Mas os pais têm o papel fundamental para incentivar o filho com as tarefas, ensinando sobre a responsabilidade que ele precisa ter com os estudos e a importância da lição para o seu aprendizado.

E isso deve acontecer desde cedo. Os pais, muitas vezes, pensam que a tarefa pode ser cansativa se a criança for muito pequena. Mas esse hábito desde o início da vida escolar fará toda a diferença quando ela estiver maior.

Confira, a seguir, algumas dicas para a lição de casa não ser um drama nos fins de semana:

- Embora dependa da organização da família, se for possível, combine com seu filho que o sábado de manhã é o momento de realizar a tarefa. Assim, ele ficará com o resto dos dias de folga “livre” para brincar;

- Não deixe seu filho fazer a lição em jejum. Aproveite que não tem a correria dos dias da semana e reúna a família para tomar um gostoso café-da-manhã;

- Proporcione um ambiente favorável. Claridade e organização são fundamentais;

- Não deixe nada competir com o momento do dever. TV, rádio, videogames devem estar desligados. Assim a criança não desvia a atenção e compreende que aquela hora é de estudar;

- Deixe livros disponíveis perto da criança para eventuais consultas. Assim ela não se dispersa ao ter de procurá-los;

- Apóie seu filho. Mas não faça a lição para ele;

- Nunca ofereça nada em troca da lição feita. Ajude-o a compreender que assim como a organização dos brinquedos, a escola é sua responsabilidade. Depois da tarefa pronta, é hora de combinar os passeios para aproveitar o fim de semana.

Fonte: Elaine Campos Silva, educadora do Colégio Santa Maria

Motorista que atropelou e matou casal vai à júri popular

A Justiça do Amapá já entende, sabiamente, que dirigir em alta velocidade e embriagado deixou de ser considerado crime culposo, ou seja, sem intenção de ocorrer. Pelo menos foi esse o entendimento da Justiça estadual ao julgar, até agora, dois casos envolvendo mortes nas ruas da cidade de Macapá. Em decisão inédita do Tribunal de Justiça, o Ministério Público comprovou que crime praticado no trânsito nas circunstâncias relatadas acima deve ser julgado no Tribunal do Júri.

O caso em questão trata-se de um duplo homicídio praticado por Lucas Melo Ribeiro, 24 anos, que ao dirigir embriagado e ultrapassar uma preferencial na avenida Nações Unidas com a rua General Rondon atropelou e matou o casal Benedito Jorge Soares e Fabiane Cristina de Oliveira numa motocicleta.

O primeiro teve morte instantânea e a segunda morreu a caminho do hospital. O atropelamento aconteceu no dia 5 de agosto de 2006, por volta das 6h da manhã, quando as vítimas que estavam trabalhando, foram surpreendidas pelo motorista embriagado.

O promotor de Justiça, Afonso Pereira, ofereceu a denúncia qualificando-a como homicídio doloso, devendo o réu ir à Juri Popular. No entanto, o juiz de primeira instância decidiu desclassificar o crime para homicídio culposo, sem intenção de matar. “O denunciado conduzia seu veículo como senhor absoluto da 'pista', num ato de exibicionismo, transformando o trânsito em via de satisfação egoística, configurando o motivo torpe, repugnante, causadora de repulsa excessiva pela sociedade”, afirmou o promotor.

Inconformado com a desclassificação do delito, o Ministério Público recorreu ao Tribunal de Justiça para garantir que o caso seja julgado pelo juiz natural, no caso o Conselho de Sentença, formado por sete jurados representantes da sociedade. “A Lei não autoriza a discussão quanto ao mérito da causa, qual seja, se ocorreu dolo eventual ou culpa consciente no crime ora tratado, esta deverá ser decidida pelo Conselho de Sentença”, descreve trecho do parecer do MP-AP.

JULGAMENTO

Na audiência de julgamento do recurso, o Tribunal de Justiça acatou o recurso do Ministério Público, reformou a sentença do juiz e qualificou o crime como homicídio doloso, com as qualificadoras - motivo torpe e impossibilidade de defesa das vítimas. “Existindo nos autos fortes indicativos da ocorrência de dolo eventual, dou provimento ao recurso para pronunciar o recorrido, submetendo-o perante o Tribunal do Júri”, relatou o desembargador Agostino Silvério, em seu voto.

Antes, O Ministério Público de segunda instância fez a sustentação oral perante os desembargadores, em que comprovou que o réu Lucas Melo Ribeiro é reincidente. No dia 10 de janeiro deste ano, por volta das 5h50 da manhã, o denunciado foi preso em flagrante, embriagado, na Rodovia JK, após provocar pelo menos três acidentes de trânsito naquela madrugada. Preso em flagrante, Lucas foi liberado após o pagamento de fiança no valor de R$ 600. “Como comprovado, solto, o réu continua a produzir acidentes no trânsito de Macapá. Resta saber quem será a próxima vítima”, indagou a representante do MP-AP.

Com a decisão do Tribunal de Justiça, o processo volta ao juízo de primeira instância para ser julgado em uma das duas Varas do Tribunal do Júri.

Por Dione Amaral (Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá)

17 de abril de 2010

Caiu na Net

MULHER É BANIDA DE CLUBES E PUBS DA INGLATERRA POR DOIS ANOS


Laura Hall, de 20 anos, é a primeira pessoa a ser banida de comprar ou beber álcool em qualquer lugar público da Inglaterra. Isso inclui bares, clubes e estabelecimentos que vendam bebida.

A côrte do país sentenciou a jovem numa lei que a condenou por dois anos. Laura arrumou muitas confusões em clubes e pubs na Inglaterra e foi enquadrada na Drinking Banning Order (DBO).

Proibida de consumir álcool em qualquer local público, Laura ainda terá de frequentar um curso para aprender a ingerir bebidas com moderação.

Fonte: Portal G1


JOVENS DE BAIRRO CARENTE LANÇAM GRIFE DE CAMISETAS EM SP


Jovens de Cidade Tiradentes, bairro da Zona Leste de São Paulo, irão lançar a grife “CT Cohab Wear” no próximo sábado, 24 de abril, no Mercado Mundo Mix, feira que já revelou importantes nomes da moda. As camisetas foram criadas por adolescentes que frequentam as aulas de grafite da Estação da Juventude, um projeto da Prefeitura de São Paulo que oferece cursos para 180 jovens entre 15 e 23 anos.

O objetivo do projeto “CT Cohab Wear”, segundo a Subprefeitura de Cidade Tiradentes, é combater dois problemas: a influência da criminalidade sobre os jovens e o desemprego entre a população da região, que chega a 20%. A intenção é vender as camisetas da marca a preços adequados ao orçamento dos jovens que vivem no bairro.

A grife também pretende gerar renda e revelar talentos entre os jovens que fazem cursos na Estação da Juventude. O projeto recebe o apoio da jornalista especialista em etiqueta e comportamento Cláudia Matarazzo e do organizador do Mercado Mundo Mix, Beto Lago, entre outros nomes. Eles posaram com as camisetas da grife para a divulgação do trabalho.

Fonte: Portal G1


ENTENDA A RELAÇÃO DA MAIOR MÁQUINA DO MUNDO COM A ORIGEM DO UNIVERSO


Quando o acelerador gigante de partículas LHC, na Europa, começou a colidir os primeiros prótons uns contra os outros, muita gente disse que o homem “brincava de Deus” ao construir a maior máquina do mundo – um túnel subterrâneo de 27 quilômetros – para reproduzir condições semelhantes às do surgimento do Universo.

Mas, afinal de contas, o que os prótons – partículas muito pequenas que ficam no núcleo dos átomos – têm a ver com a teoria do Big Bang, segundo a qual o Universo surgiu de uma espécie de explosão há cerca de 14 bilhões de anos?

Dentro do LHC, a cosmologia – ciência que estuda a história do Universo – e a física quântica – que estuda as partículas menores que existem – se encontram.

Essa união inusitada só é possível porque, em determinado ponto da evolução do universo, menos de uma pequeníssima fração de segundo após o Big Bang, acredita-se que houve uma grande “sopa” de partículas. Essa mistura esfriou, se expandiu e deu origem a tudo o que conhecemos hoje.

O problema é que a única forma de entender como funcionava essa grande “sopa” é quebrar os objetos em pedaços cada vez menores: moléculas, átomos, prótons e finalmente quarks, léptons e bósons. Para chegar nesses últimos, é necessária tanta energia que só mesmo uma espécie de "pista de corrida" de 27 quilômetros consegue resolver.

Quando os prótons se chocam dentro do LHC, sensores de última geração analisam seus estilhaços, formados por essas minúsculas partículas. Por meio de “fotos” da colisão é possível entender o comportamento delas, e analisar como se comportariam dentro da “sopa primordial” que deu origem às estrelas e planetas.

MULTIUSO

Mas não é somente essa a função do LHC. A máquina gigante é, antes de tudo, uma forma de alargar as fronteiras da ciência, ou seja, entender como funcionam as menores partículas que conhecemos e, quem sabe, até descobrir algumas novas.

“O LHC é extremamente importante porque está abrindo a física para um mundo que a gente ainda não viu. É como se você passasse anos dentro de uma casa fechada, não tivesse a menor noção de como é o mundo lá fora, e de repente você abre uma janela e vê esse novo mundo, e fala 'Olha só quanta coisa nova que eu não sabia que existia!'”, explicou o físico brasileiro Marcelo Gleiser em entrevista ao G1.

Uma das novas partículas mais buscada – mas nunca vista – é um tal “bóson de Higgs”. Dentro da grande “sopa”, foi ele que supostamente deu massa à matéria na hora em que as partículas se transformaram nos primeiros átomos. Se a história é verdadeira, só se vai saber caso esse bóson apareça nas colisões entre os prótons.

CORRIDA TECNOLÓGICA

Cientistas também defendem que um grande benefício do LHC é um "efeito colateral" da sua construção. Para fazer um túnel subterrâneo de 27 km, mantê-lo a uma temperatura a mais de 200 graus Celsius abaixo de zero, no vácuo, e acelerar partículas à velocidade da luz foi necessário desenvolver novas tecnologias.

"É muito mais interessante termos uma corrida tecnológica por causa de estudos científicos, como o LHC, do que desenvolvermos tecnologia por causa de brigas entre países, como aconteceu nas grandes guerras mundiais", defende o físico Franciole Marinho, Universidade Estadual Paulista (Unesp), que trabalha em um dos grupos brasileiros responsáveis pro processar os dados lidos pelo LHC.

Marinho acrescenta que, no passado, pesquisas realizadas no Conselho Europeu de Pesquisas Nucleares (Cern), responsável pelo LHC, permitiram o desenvolvimento de tecnologias sem as quais o mundo seria completamente diferente.

“A contribuição mais famosa foi a criação do 'www' que utilizamos para navegar na internet. Outro exemplo foi o desenvolvimento de métodos que hoje são utilizados para diagnósticos médicos, como o PET e o CT scan”, avalia.

Fonte: Portal G1

16 de abril de 2010

Curso de Badminton

Neste sábado (17) e domingo (18) acontece I Curso de Badminton no Amapá, no auditório do ginásio Avertino Ramos e na quadra do ginásio Paulo Conrado, ambos no centro de capital. O Badminton é um esporte individual ou de duplas, semelhante ao tênis, praticado com raquete e uma peteca ou volante. O curso será ministrado pelo Professor Luís França, ex técnico da Seleção Brasileira de Badminton.

O objetivo do evento é ensinar aos participantes a teoria e prática dos fundamentos técnicos e táticos da modalidade. Podem participar do curso os praticantes de badminton, estudantes e professores de Educação Física. As inscrições podem ser feitas até momentos antes do evento no ginásio Paulo Conrado.

Por Emanuel Costa

Nota de Esclarecimento – Jornalista Rogério Borges

Uma crônica de minha autoria publicada em O POPULAR no dia 7 de abril gerou polêmica no Amapá, estado aludido no texto. Recebi, em meu email pessoal, e também por meio de comentários em meu blog, diversas reações iradas ao trabalho, tachando-o de desinformado, ignorante e preconceituoso. Muitas dessas manifestações referiam-se à crônica como uma matéria jornalística ou um artigo de opinião. Quero, portanto, prestar os devidos esclarecimentos não só aos leitores deste jornal, como também à população amapaense que se sentiu ofendida.

Em primeiro lugar, gostaria de dizer que nunca houve a intenção de atacar o povo do Amapá. Na crônica, quando “é posta em dúvida” a existência do Estado, obviamente que se tratava de uma afirmação fantasiosa, uma vez que é impensável alguém dizer, seriamente, que determinada unidade da nação não existe. Seria o negar o óbvio ou defender que o mar não é salgado ou que o Sol gira em torno da Terra. Quem quer que diga que o Amapá não existe, mesmo em uma conversa informal, só pode estar brincando com seu interlocutor. Pelo menos é assim que eu encararia se alguém me dissesse ou escrevesse que Goiás não existe.

Ao dizer, logo no início do texto, que “duvidava” da existência do Amapá, faço automaticamente o convite ao leitor para sair, em alguma medida, da realidade. O absurdo da afirmação suspende os planos da lógica no restante da leitura. Esta, aliás, é a dinâmica da crônica, gênero híbrido que mistura o real e o ficcional em uma narrativa que foge dos parâmetros tradicionais do jornalismo. Como um texto que mistura discursos, a crônica busca referências na realidade para, justamente, subvertê-las de alguma maneira ou então supreender seus leitores com o elemento inesperado, da ironia e da fantasia. Isso não ocorre, por exemplo, em reportagens e artigos de opinião, restritos que estão à busca do relato da realidade palpável.

Ao tomar o Amapá como tema de meu texto, o objetivo não era denegrir o Estado e sim ironizar, a partir dele, mazelas que são de todos nós brasileiros, do Rio Grande do Sul ao Amazonas, do Ceará ao Acre, de São Paulo a Goiás. Quando digo que os escândalos políticos não existem no Amapá, estou salientando exatamente o contrário, que eles existem em toda parte, indiscriminadamente, tanto que cito um político que tem se envolvido em vários deles nos últimos tempos. Quando falo da goleada do Goiás sobre o São José, estou, na verdade, pegando no pé do time goiano, que tem dificuldade em vencer seus adversários regionais, numa provocação caseira.

Quando se publica um texto, a reação do leitor é legítima, desde que dentro dos parâmetros mínimos de civilidade. Entre os muitos comentários recebidos, vários são críticas pertinentes, que precisam ser levadas em conta. Aqui faço um mea culpa por ter, mesmo que involuntariamente, atingido a identidade de cidadãos amapaenses e agradeço as mensagens que ressaltam o erro cometido, pelo qual peço desculpas. Mesmo o gênero crônica, como muitos disseram, não permite excessos e me penitencio por aqueles que tenha cometido.

Há, porém, mensagens – infelizmente em maior número –, que partiram para ataques pessoais, desqualificando a mim e a meu trabalho de forma chula e irresponsável. Entre essas manifestações de desequilíbrio, algumas mencionam até ameaças físicas. Lamento profundamente que tanta gente só encontre o xingamento como o melhor argumento para defender sua terra. Em redes sociais, comentários deram lugar à incitação ao ódio, o que é lamentável, muito mais que qualquer crônica equivocada.

Entendo que a difusão do texto no Amapá como foi feita, sem a devida contextualização, de forma sensacionalista, por meio de um recorte de jornal escaneado que retira todo o contexto da publicação original do texto – que é impresso na página do horóscopo e dos quadrinhos, mostrando seu viés literário – tenha contribuído para a percepção de que se tratava de uma agressão gratuita. Na internet, as pessoas se sentem mais corajosas para ameaçar e ofender. Em muitos dos recados deixados, os autores até admitem que estão escrevendo por comentários ouvidos e não pela leitura do texto em si.

Àqueles que criticaram o texto, agradeço. Àqueles que se sentiram ofendidos pela crônica, peço desculpas. Àqueles que me endereçaram ofensas, não tenho nada a dizer.

P.S.: Este é um artigo de opinião e não uma crônica. Portanto, não há nada fictício aqui.

Uma versão deste artigo será publicada no jornal O Popular

Fonte: www.rogeriopborges.blogspot.com

Filho de Sarney ajudou a fazer "consórcio paralelo", afirma PF

O empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ajudou a fechar acordo clandestino pelo qual um grupo de empreiteiras burlou o processo de licitação e é acusado de desviar dinheiro público da principal obra ferroviária do país.

A fraude, apontada pela Polícia Federal e pelo Tribunal de Contas da União, deu-se em um trecho da ferrovia Norte-Sul. Orçada em mais de R$ 1 bilhão, a construção faz parte do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), a vitrine eleitoral da pré-candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT).
O projeto é administrado pela Valec, estatal ligada ao Ministério dos Transportes há anos sob influência direta de José Sarney. Ulisses Assad, diretor da empresa à época do esquema, foi nomeado por indicação do presidente do Senado.

A licitação para o contrato 013/06, que trata do trecho entre os municípios goianos de Santa Isabel e Uruaçu, foi vencida pela Constran. Porém, numa subcontratação "ilícita" e "grave", nas palavras do TCU, as construtoras EIT e Lupama passaram a participar da obra.

Por meio desse acerto, apelidado pelos peritos da PF de "consórcio paralelo", empreiteiras driblam o resultado de concorrências e repartem "por fora" contratos públicos no país, conforme mostraram reportagens da Folha.
Logo após vencer a licitação do lote Santa Isabel-Uruaçu, de R$ 245,5 milhões, a Constran firmou um acordo com as duas outras construtoras, repassando a cada uma 16,65% da empreitada. O combinado foi feito sem análise nem autorização da Valec, em desrespeito à Lei de Licitações (8.666/93).

Auditoria do TCU nesse trecho da Norte-Sul constatou sobrepreço de R$ 63,3 milhões na atuação desse consórcio paralelo. Segundo a perícia da PF, a fraude chegou a R$ 59 milhões.

De acordo com relatório da PF na Operação Faktor (ex-Boi Barrica), a Lupama é uma empresa de fachada, que não tem capital social "nem sequer para construir uma ponte". Seus sócios são Flávio Lima e Gianfranco Perasso, ambos amigos de Fernando Sarney. Perasso é apontado pela polícia como o operador de contas da família Sarney no exterior -a Folha revelou neste ano que o filho do senador já teve dinheiro rastreado e bloqueado pelos governos da China e da Suíça.

A Folha foi ao endereço que está no registro da sede da Lupama. Durvalina da Silva, 55, que mora na pequena casa de alvenaria há 20 anos, disse que o marido, Modesto de Freitas, apenas cedeu o endereço a Flávio Lima. Segundo ela, na casa não há atividades da empresa. "Só chega correspondência."
A EIT, por sua vez, pagou "pedágio" para entrar no esquema, segundo revelam conversas interceptadas pela PF com autorização judicial -as mesmas escutas que indicam a participação de Fernando Sarney na formação do "consórcio paralelo" da Norte-Sul.

Em telefonema grampeado de maio de 2008, Flávio Lima cobra de um funcionário da EIT chamado Romildo parte do pagamento referente ao contrato 013/06. A expressão usada é "pagar a diferença", interpretada pela polícia como sinônimo de propina.

Romildo responde que seu chefe na EIT condicionou o pagamento à realização de uma reunião com Flávio Lima e Fernando Sarney. Flávio rebate que a EIT havia recebido o contrato "no colo", cobra de forma enérgica o pagamento da "diferença" e ameaça recomendar a Fernando "ignorar o pessoal da EIT" enquanto a pendência não fosse resolvida. Os diálogos mostram que, sem o pagamento, a EIT não seria incluída num novo contrato que era negociado com a Valec.

"Eu tô p... mesmo. Ah, quer que eu converse com o Fernando? Sabe quem vai chegar com o Fernando e com o Ulisses [Assad] pra fazer a porra da vistoria na sexta-feira? Sou eu", afirma Flávio para Romildo.

Segundo a PF, após essas ameaças, a EIT aceitou pagar R$ 160 mil aos sócios da Lupama. No mesmo dia, Romildo ligou para Fernando Sarney confirmando o depósito. "Cabe frisar ainda que Fernando, após o pagamento, determinou a Flávio que fizesse alguns pagamentos [...], o que reforça ser Fernando Sarney o chefe da orcrim [organização criminosa]", escreveu a PF. Quando a Operação Faktor veio à tona, Ulisses Assad foi afastado da direção da Valec.

Por Hudson Corrêa, da Sucursal de Brasília

15 de abril de 2010

Eleição 2010

O Partido Socialista Brasileiro do Amapá anunciou o nome do seu pré-candidato ao governo do estado nas eleições deste ano. A oposição será representada pelo deputado estadual Camilo Capiberibe (filho do ex-senador João Alberto Capiberibe (PSB-AP)). Ele foi escolhido em uma reunião do partido.

Outros pré-candidatos ao governo são: Lucas Barreto (PTB), Jorge Amanajás (PSDB) e Pedro Paulo Dias de Carvalho (PP).

Por Emanuel Costa

Papaléo rebate críticas publicadas em jornal de Goiânia contra o Amapá

O senador Papaléo Paes (PSDB-AP) criticou em Plenário, na última terça-feira (13), o artigo publicado pelo jornal O Popular, de Goiânia, que, conforme afirmou contém ofensas contra o estado do Amapá.

No artigo, intitulado “Amapá, uma abstração”, o jornalista Rogério Borges questiona a existência do Amapá, sustentando ser o estado “uma abstração, uma figura de ficção, uma espécie de miragem coletiva, um estado de fantasia, um mito, uma lenda urbana”.

“Como é que pode um cidadão brasileiro, um jornalista, um homem de comunicação e cultura, um formador de opinião ser tão ignorante e tão desprovido de conhecimento sobre a realidade brasileira?”, indagou o senador.

Papaléo não descartou a possibilidade de acionar a Justiça para pedir uma condenação do autor do artigo por danos morais ao Amapá, uma vez que o texto publicado pelo jornal O Popular, poderia, em sua avaliação, desestimular o turismo no estado.

Em apartes, os senadores Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), Romeu Tuma (PTB-SP) e Augusto Botelho (PT-RR) se solidarizaram com Papaléo.

Fonte: Agência Senado

Presidente da OAB diz que sistema de votação eletrônico precisa ser transparente

O presidente do Conselho Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, Ophir Cavalcante, afirmou ontem (14) que “a informática deve adaptar-se ao direito e não o contrário” para dizer que é preciso ser repensada a “ditadura da informática”. Ele afirmou que sempre teve “uma pulga atrás da orelha” com relação à transparência no sistema de votação eletrônico sem auditoria independente.

“Estamos votando na confiança na Justiça. Por que o sistema eleitoral não pode ser fiscalizado? O que se quer é transparência suficiente para que o eleitor tenha segurança do seu voto”. A afirmação foi feita pelo presidente da OAB ao receber o Comitê Multidisciplinar Independente que lhe entregou o “Relatório sobre o Sistema Brasileiro de Votação Eletrônica”. O mesmo documento foi entregue ao presidente da Câmara dos Deputados Michel Temer.

Cavalcante disse que pedirá parecer à comissão de direito eleitoral e de reforma política e a de informática e estatística da entidade. “Se o parecer disser que a Ordem não deve legitimar, não vamos legitimar [o atual modelo de votação eletrônica]”, ressaltou, antes de reconhecer que “hoje, a OAB faz de conta [que fiscaliza]”.

Materialização do voto – O relatório foi desenvolvido por um grupo de 10 autores composto por advogados e especialistas em tecnologia da informação com o objetivo de subsidiar os deputados da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados e analisa o estudo publicado em 2009 pelo Tribunal Superior Eleitoral.

A materialização do voto eletrônico é a principal sugestão do Comitê para que as votações eletrônicas possam ser auditadas de forma independente. A impressão do voto eletrônico, de autoria da deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP), está prevista no artigo 5º da Lei 12.034/2009, chamada de minirreforma eleitoral, e ocorrerá a partir de 2014, mas a Justiça Eleitoral é contrária a esta regulamentação.

Fiscalização – A advogada Maria Aparecida da Rocha Cortiz, do Comitê, disse que o sistema eletrônico de votação é sujeito à violações e que “o comportamento da OAB de legitimar o processo não contribui para o trabalho de fiscalização”. Ela lembrou que a OAB foi chamada pelo TSE para dar credibilidade ao sistema, “mas desde 2004 não consegue fiscalizar o modelo imposto conforme as regras ditadas pela Justiça Eleitoral”.

“A OAB está fazendo um trabalho pela metade, até por que não tem como fazer análise em 6 meses. Não tem estrutura e não dá tempo. Isso está prejudicando o trabalho dos advogados”, afirmou, antes de pedir que a “a OAB repense a posição de legitimar o sistema eletrônico e faça isso em público”, desabafou.

Poder – O Comitê questiona o acúmulo de poder da Justiça Eleitoral (ela própria cria as regras, estabelece como será fiscalizada e julga os questionamentos que sofre) e a possibilidade de violação da urna sem que haja um controle independente do software com que são carregadas as urnas. Segundo o Comitê, a assinatura eletrônica com a qual entidades da sociedade civil e partidos políticos legitimam os programas instalados nas urnas do processo eleitoral não é suficiente para garantir a integridade dos softwares. A vulnerabilidade da assinatura eletrônica é apontada pelo próprio criador, que a considera dependente do software que ela legitima, assim como o boletim chamado 'zerésima', expedido antes de ser iniciada a votação. O mecanismo que permitirá esta auditoria independente é a materialização do voto eletrônico, previsto na Lei 12.034/2009, mas repudiado pela Justiça Eleitoral.
Má fé – Ortiz apresentou outra preocupação que considera uma restrição grave ao trabalho dos advogados. Segundo ela, com leitura em julgamento da Justiça Eleitoral dia 08 passado, a tendência do TSE é recusar qualquer questionamento ao sistema eletrônico de votação e condenar por litigância de má fé os advogados que o fizerem.

A afirmação de que o candidato derrotado ao governo de Alagoas João Lyra e seu advogado Fernando Neves da Silva foram condenados a multa por litigância de má fé ao questionarem a inviolabilidade do processo eletrônico de votação e ao pagamento das custas processuais surpreendeu o presidente da OAB.

A deputada Janete Capiberibe e o deputado Magela (PT/DF), que presidiu a subcomissão do voto eletrônico na CCJC da Câmara dos Deputados, estiveram na audiência junto com a advogada Maria Aparecida Cortiz, o professor da UNB Pedro Antônio Rezende, o engenheiro Amilcar Brunazzo, o programador Vandré Brunazzo e o jornalista Osvaldo Maneschy.

O relatório completo, (1ª edição, 105 páginas) pode ser lido em http://www.votoseguro.org/textos/RelatorioCMind.pdf e o sumário executivo (resumo em 2 páginas) em: http://www.votoseguro.org/textos/RelatorioCMind-sumario.pdf.

Por Sizan Luis Esberci (Gabinete da deputada federal Janete Capiberibe – PSB/AP)

Estudo britânico sugere que mestiços são mais atraentes

Uma pesquisa feita pela Universidade de Cardiff, na Grã-Bretanha, sugere que as pessoas mestiças são vistas como as mais atraentes. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, no estudo, um conjunto de 1.205 fotos escolhidas aleatoriamente de pessoas brancas, negras e mestiças, encontradas no site de relacionamento Facebook, foram apresentadas a 40 estudantes do sexo feminino.

Elas deram a cada uma das pessoas nas notas uma nota de um a dez, indicando o quanto a consideravam atraente. O resultado foi que os mestiços mostraram ter 55% mais chance de serem vistos como atraentes do que as pessoas brancas e negras nas fotos. Além disso, um em cada dez pessoas consideradas "extremamente atraentes" eram mestiças.

De acordo com Michael Lewis, um dos autores do estudo, trata-se de uma proporção maior do que a que poderia se esperar, visto que os mestiços representam apenas 3% dos britânicos.

BEM-SUCEDIDOS

Lewis disse que estudos anteriores já haviam indicado que pessoas mestiças eram consideradas mais atraentes - e sua pesquisa procurou ir além. Para o pesquisador, os resultados do novo levantamento também refletem a noção darwinista de heterose, segundo a qual a mistura de raças leva a filhotes que são geneticamente mais adaptados ao ambiente que seus pais.

“Há indícios, embora sem terem sido checados, de que o impacto da heterose vai além de apenas grau de atratividade”, disse Lewis. “Observamos que, apesar de os mestiços representarem uma parcela menor da população (mundial, em termos gerais), eles estão super-representados no topo de profissões”, explicou.

“É o caso da atriz Halle Berry, do piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton e, claro, do presidente americano Barack Obama.”

O estudo está sendo apresentado no encontro anual da Sociedade Britânica de Psicologia.

Fonte: Portal G1

14 de abril de 2010

Pesquisa

O Instituto Sensus divulgou nesta terça-feira (13), uma pesquisa sobre a corrida presidencial brasileira. A pesquisa foi encomendada pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada no Estado de São Paulo (Sintrapav). Foram ouvidos 2 mil eleitores em 136 municípios de 24 estados, entre 5 e 9 de abril. A margem de é 2% (para mais ou para menos).

Confira o resultado:

1. José Serra (PSDB): 32,7%
2. Dilma Roussef (PT): 32,4%
3. Ciro Gomes (PSB): 10,1%
4. Marina Silva (PV): 8,1%
Brancos e nulos: 7,7%
Não sabe ou não respondeu: 9,0%

Por Emanuel Costa

Concorrência para TAM e Gol

A companhia aérea “Puma Air” já está operando no Amapá. Por enquanto, as operações de vôos ficam nos trechos Macapá (AP), Belém (PA) e Guarulhos (SP). Mas em breve, a companhia deve operar para capital Guianense, Caiena e a capital Cubana, Havana. Uma passagem de ida e volta entre Macapá/Belém custa R$ 169.

Por Emanuel Costa