29 de setembro de 2011

Pastora evangélica é presa no Amapá sob suspeita de agredir enteada de três anos

Uma pastora evangélica foi presa na quarta-feira (28), em Macapá (AP), acusada pela polícia de agredir sua enteada, de três anos. O caso aconteceu no bairro Infraero 1, na zona norte de Macapá, e foi informado à Polícia Militar por uma denúncia anônima. A polícia diz que já estava investigando a mulher antes da prisão.

Ao chegar até a casa da pastora, a polícia encontrou sua enteada com hematomas nas costas, pernas e braços. A mulher foi presa sob suspeita de maus-tratos. A criança foi encaminhada ao Conselho Tutelar. Vizinhos informaram à polícia que as agressões da madrasta eram constantes.

A suspeita, que tem 36 anos, foi encaminhada à Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher e permanece presa. .

O pai da menina deve prestar depoimento ao delegado. Ele é suspeito de ser negligente em relação às agressões sofridas pela criança. Segundo a Polícia Militar, a mãe da menina mora em Belém (PA).

Fonte: Folha de São Paulo

1 comentários:

Willian Bugiga disse...

A paz de Cristo,veja meu blog:willian bugiga e o site:www.convertidos.com.br